Vintage: Glamour With Dust

Eu deixaria essa nostalgia passar em paz se não fosse o sonho que tive noite passada… E claro, minha ausência característica do blog, hehehe.

Noite passada sonhei que embracava em um tipo qualquer de viagem com meu querido Dick, e no meu trajeto, eu estava me preocupada com meus pertences essenciais, que hoje em dia acabaram tornando-se masi tecnológicos que o que eu realmente esperava. Uma câmera semi-profissional, um notebook com wi-fi, um ipod classic, meu celular, o videogame… enfim. Estes pequenos pertences com custos elevados e que em meus atuais estudos e vida eu já não posso me dar o luxo de deixá-los para trás.

Mas havia sonhado com uma máquina de escrever. Daquelas antigas, mas ainda portáteis, uma capa plástica turquesa velha, uma maleta pra empacotar e levar embora consigo. E eu de fato usava a velha máquina. Isto vem da minha constante vontade de adquirir uma belezinha destas. Sim, uma máquina de escrever. Daquelas de precisar bater forte na tecla, colocar papel, tirar papel.

Ainda lembro da primeira vez que tive contato com uma destas, que me fascinou no primeiro apertar de botão. Foi na gráfica de meus tios, quando o computador ainda não tinha se instaçado tão rigorosamente. Aquela velha máquina era usada para digitar documentos e memorandos para a pequena empresa. Mas no tempo sem uso, deixavam-me brincar de escrever forte no papel e tocar aquele antigo sininho indicando que eu devia empurrá-la para continuar o fascínio da escrita. E foi assim que eu entendi aos poucos que aquele seria meu grande sonho dali pra frente. Lendo contos onde a máquina aparecia, onde escritores pedantes de Poe e Conan Doyle teclavam e teciam thrillers intrigantíssimos, que definiram meu gênero preferido de escrita. O da velha máquina de escrever, com o cachimbo na mão, as botas na mesa e a fumaça no ar, com um cadáver suspeito no lugar errado e na hora errada.

Não é apenas a máquina de escrever que é uma grande nostalgia da minha realidade. O relógio de pulso, acessório atualmente desnecessário (perdeu sua fundamental utilidade para os digitais e em seguida, para o celular), também muito me maravilha. As engrenagens, a pulseira no pulso, o tique taque chato, hehehe. O estilo vintage, o óculos antigo, de aro largo e grosso, as saias rodadas, as cinturas altas, a maquiagem pin-up, as calças rasgadas, as botas cano alto… Os braceletes, as pérolas, o glamour empoeirado, os discos de vinil, os antigos aparelhos de telefone, de câmeras fotográficas, de mirofone. Tudo tão cheio de tempo, tão fora do meu tempo, encontrado em seu início, e ainda assim, tão fascinante e eterno. O clássico nunca torna-se ultrapassado em sua essência, pois o clássico nada mais é que a melhor seleção da história, aquela que vale a pena emoldurar e ter pendurado na memória com um lugar especial.

A correria, os touch screens, os fones intrauriculares, as telas de LED e LCD, a conexão em tempo real, em alta velocidade, espaço digital ilimitado, o artificial, o tecnológico, o ponta de linha… Isto continua preso e atrelado ao que sempre queremos no nosso tempo. Mas ao meu ver, a realidade na medida é aquela apresentada na maioria das vezes em filmes pós-apocalípticos, onde a tecnologia é a maior alcançada, mas tudo o que resta são olascas do passado, os antigos objetos, misturados com os efeitos da sobrevivência, sem o luxo, sem o brilho. Só o glamour empoeirado.

Anúncios

5 Respostas para “Vintage: Glamour With Dust

  1. E ainda tem gente que pensa que os relogios digitais sao uma boa ideia, tsk xD

    Tem uma loja de velharias de escritorio perto de onde eu trabalho, se quiser eu posso ir perguntar uns preços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s