Woodstock, que virou SWU, que virou 600 mangos.

Informação do site Vírgula

Nesta quarta-feira (16), o grupo Totalcom, do publicitário Eduardo Fischer, anunciou a realização do SWU (Starts With You) Music and Arts Festival 2010.

Em parceria com a promotora de eventos The Groove Concept, o festival, que terá no total 60 bandas em seu line-up, já confirmou a presença dos headliners Linkin Park e Dave Matthews Band, além do gigante Pixies e os roqueiros ecléticos do Incubus.

O SWU acontecerá nos dias 9, 10 e 11 de outubro na Fazenda Maeda, em Itu – mesmo local que recebe todos os anos os festivais de música eletrônica XXXperience e Tribe.

Na coletiva de imprensa realizada hoje (16), Fischer afirmou que o evento espera receber cerca de 70 mil pessoas por dia. O local, de cerca de 200 mil metros quadrados, contará com um estacionamento para 38 mil carros.

As mais de 60 atrações confirmadas pelo SWU se dividirão em quatro palcos: dois internos e dois externos, sendo que um deles será dedicado exclusivamente à música eletrônica. Os preços dos ingressos serão divulgados apenas na próxima semana.

Em relação a polêmica com o Woodstock, nome sob o qual o festival foi anunciado em um primeiro momento, ganhou peso com a presença de Michael Lang, um dos criadores do Woodstock em 1969, na coletiva de imprensa do evento.

Fischer esclareceu que, apesar de fortes indícios de que Woodstock seria o nome do evento brasileiro, o festival americano dos anos 60 acabará inspirando apenas o formato: “Quando tivemos a ideia de criar um grande festival aqui no Brasil, viajamos para o exterior em busca de inspirações, como Coachella e Glastonbury, por exemplo. É claro que o Woodstock sempre foi um grande modelo. Mas nunca passou disso, não houve absolutamente nenhuma confirmação oficial do nome Woodstock”, afirmou.

Michael Lang confirmou aos jornalistas que o Woodstock foi apenas uma inspiração. “O SWU Festival traz o mesmo espírito dos anos 60, o de mudança. Com essa questão da sustentabilidade do SWU, o festival sai na frente e se preocupa em construir algo diferente, que vai mudar o mundo”, afirmou Lang, que vai prestar consultoria em todas as áreas do festival ao lado do produtor David Saltz, que comanda os shows do Superbowl e da abertura da Copa do Mundo de 2010. Mesmo assim, Lang não descarta a possibilidade de trazer o Woodstock ao Brasil para a frente.

Enquanto no Chile o SWU Music Festival acontece em parceria direta com o festival Maquinária, Eduardo Fischer confirmou para o Virgula Música que não haverá nenhuma edição do Maquinária em 2010 no Brasil. No ano passado, o festival trouxe para a Chácara do Jockey bandas como Faith No More, Jane’s Addiction, Panic at The Disco e Evanescence.

 Stefanie Gaspar, Publicado em 16/06/2010 16h40

O absurdo? Os preços!!!

Ingressos de Pista Comum – R$120,00 (meia entrada) e R$ 240,00 (inteira).
Ingressos da área Premium – R$ 320,00 (meia entrada) e R$ 640,00 (inteira).

Sem falar que menores não poderão aproveitar do espetáculo. Ou seja? Eu não tenho essa grana, nem a idade pra fazer parte do que poderia ter quase sido o Woodstock, não fossem as poucas bandas e o preço exorbitante.

Me ferrei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s