Pra ti, criei amor.

Amar é dar-se completamente, sem precisar negar-se, e mesmo que preciso, fazê-lo sem demora. Amar é aceitar e apoiar.

Amar é ser tudo aquilo que se pode, ao extremo, intesamente, para só o seu amor.

Amar é poder viver pra sempre do que se ama, sem ar, sem suprimentos, sem vergonha ou limites.

Amar é não ser impedido pela gravidade, e voar. É sentir falta a cada segundo que passa do abraço, do beijo, do olhar, do cheiro, do riso, da presença e do amor.

Amar é você e sou eu.

Amar é fazer feliz com todas as forças. E ser feliz da mesma forma.

Amar é incondicional. Amar é incontrolável. É inacabável.

E, sobretudo, Amar é contraditório, é transitório, é variante. Que quero dizer? Que Amar é pessoal. Que quem faz o Amor é cada um.

E eu fiz o meu. E eu amo o meu. E não há melhor.

Que Amar.

Anúncios

Uma resposta para “Pra ti, criei amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s