Old Janis

18 de novembro. Nasceu neste dia uma mulher que talvez você não conheça, nem teu vizinho ou teu familiar. Talvez a existência dela neste momento nem faça diferença em sua vida, afinal não tens necessidade dela, nem por ela cultiva afeto. Talvez você a conheça, mas de passagem, como que tendo uma impressão leviana que atrás daqueles óculos de aros astronáuticos e daquele jeito sarcástico, ela seja mais uma irrelevância. Se for um colega de escritório, talvez veja-a sorrir mais, enfadar-se mais. Se for um parente, talvez tenha mais carinho, tenha conversado um pouco, tenha criado algum laço, mas mesmo assim, não tenha se interessado o suficiente…

Porquê pra mim, aquela mulher representa um mistério e uma explicidade tão impactantes e sim, relevantes, que toran-se até mesmo confuso descrever em um post de blog. Um símbolo, muitas vezes mal interpretado, por ter sido visto as avessas, ou tão de perto. Uma vez olhado uma obra prima de perto, é possível ver os defeitos, as falhas das cores, as curvas mal-feitas… mas isto não muda o fato de que é uma obra-prima. E de que muitos pintores ainda farão de tudo para reproduzi-la em exatidão, seja com defeitos ou não.

A flor selvagem que cresce nos jardins regados de experiência e visão de mundo. Nunca duvidei de suas palavras (okay, posso ter duvidado, mas só acredito no que duvido, como assim disse Renato Russo), nunca deturpei suas predições (okay, posso ter deturpado, mas sempre acabo voltando atrás). O respeito e o amor com os quais a devoto serão sempre líquidos, límpidos e eternos, como uma fonte que brota no árido deserto.

Serei sempre dela e ela minha, mesmo que a vida venha nos levar em caminhos divergentes e embassados. Foi pra isso que fui preparada, foi para isso que ela me preparou.

É por tanto tempo e tanta universalidade de sentimentos, situações e lições, risadas sem sentido, lágrimas de raiva ou de tristeza, apoio, convivência e AMOR que hoje dedico estas palavras (que na minha opinião, ainda não alcançaram a soberbidade merecida por ela) a minha mãe.

Feliz Aniversário “Janis”. 😀

Anúncios

2 Respostas para “Old Janis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s